NOTA DE PESAR

post-delfim-fcf3Aos 75 anos, o Presidente da Federação Catarinense de Futebol desempenhava a função como o dirigente máximo do futebol catarinense integrando a delegação da Associação Chapecoense de Futebol, naquela que poderia ser uma das jornadas mais gloriosas da história do futebol de Santa Catarina.

Infortúnio cruel e impiedoso do destino, a viagem para Medellin na Colômbia, para a primeira partidas das finais da Copa Sul Americana 2016, culminou na maior tragédia do futebol mundial com o desastre que vitimou 71 dos 77 passageiros, entre eles o Dr. Delfim Pádua Peixoto Filho.

Desempenhando a missão que mais amava, administrar e vivenciar futebol, o Presidente da Federação Catarinense de Futebol não poderia estar em outro lugar senão acompanhando a delegação da Associação Chapecoense de Futebol, para se tornar o Mártir do futebol de Santa Catarina!

Fonte: FCF

A Liga Esportiva Oeste Catarinense, consternada com o ocorrido, se solidariza com a família, amigos e colegas da FCF, nesse processo doloroso.

Dr. Delfim, sempre apoiou e incentivou a Liga de Joaçaba, tendo inclusive colocado sobre nós, a responsabilidade já há oito anos da coordenação do Estadual de Amadores Fase Oeste, incluindo a competição de 2017, em reunião ocorrida no último dia 19 de novembro em Chapecó.

Entendemos que há um tempo determinado para todos as coisas acontecerem, e que Deus está no controle de tudo, contudo, é inegável a tristeza em perder pessoas queridas como nosso já saudoso Dr. Delfim, que sem dúvidas será eterno na história do futebol catarinense, e sempre será lembrado na Liga de Joaçaba, como um grande líder que trouxe inspiração para todos nós, além de deixar um legado que não se encerra aqui, mas que continuará pois a vida segue e precisamos honrar os ideais de nosso presidente.

Deus abençoe a todos, estamos juntos nesse momento de grande dor e pesar!

Abraços,

Diretoria

Liga Esportiva Oeste Catarinense